Python – Implementando aplicações modulares

19 de setembro de 2023 Off Por Marcelo Martins

O Python é uma das linguagens mais simples e intuitivas já criadas, por este motivo, amplamente utilizada por muitos desenvolvedores de diversas áreas. No entanto, à medida que os projetos crescem e se tornam mais complexos, manter o código organizado e de fácil manutenção pode ser um desafio.

Muitas vezes criamos projetos simples, que ganham complexidade e volume a medida que novos recursos ou funcionalidades são agregados.

Em um dado momento temos que repensar o projeto, reorganizando-o de forma a torna-lo mais legível.

Por Que Seguir Boas Práticas?

A manutenção de projetos é um estado de arte a parte do desenvolvimento. Criar projetos de sucesso, é apenas 50% do trabalho, pois um programa precisa ser gerido e mantido por anos. Então garantir que tais mudanças sejam implementadas, faz parte do trabalho de qualquer bom programador.

A colaboração – A muitos anos atras os programadores sonhavam ser Michelangelo, onde fariam e escreveriam obras de arte icônicas, que somente eles os manteriam. Isso mudou. A produção de software se industrializou, tornando um negócio de muitos, e a colaboração na codificação faz parte da vida de qualquer programador, nos dias atuais.

Melhora na organização de códigos, não só ajuda a entender o projeto de forma global, como tambem a não criar redundancias lógicas. Colocando em risco o projeto.

Como fazer isso

Estarei apresentando aqui, uma breve descrição de como separar os códigos em Python.

Módulos

Módulos são um conjunto de arquivos, contidos em uma pasta, que possuem uma hierarquia vinculada a este módulo. São muito úteis, pois conseguimos agrupar tais fontes a um conjunto comum.

Para criar um módulo, simplesmente criamos uma pasta, e adicionamos dentro deste o arquivo. __init__.py.

Adicionaremos outros arquivos .py conforme nossa necessidade.

Para carregar um codigo de um dado modulo, faremos no programa principal a seguinte chamada:

from meumodulo import meufonte

De forma geral o módulo deverá estar em uma subpasta do seu fonte principal.

Existem variações para criação de módulos, porem a forma mais simples de sua criação , foi descrita aqui.

Programação é feita com tijolos de conhecimento, um único tijolo não te torna um programador, assim como um tijolo não vira uma casa. Porem cada tijolo de conhecimento é importante para compor um grande programador.